Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Para Gerhard Berger, chefe da Ferrari subestimou Vettel

Ex-piloto austríaco disse que Domenicali errou ao dizer que o alemão não é do nível de Alonso e Schumacher

iG São Paulo |

Recentemente, Stefano Domenicali, chefe de equipe da Ferrari, disse que só Fernando Alonso e Michael Schumacher são líderes na Fórmula 1 e que Sebastian Vettel não está no nível dos dois. O ex-piloto Gerhard Berger discordou da opinião do dirigente – o austríaco era um dos donos da Toro Rosso em 2008, quando o alemão conquistou sua primeira vitória na categoria.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Ele está incrivelmente equivocado. Se alguém tem essas qualidades de liderança, esse alguém é Sebastian. Ele já mostrou isso na Toro Rosso e desenvolveu-se ainda mais na Red Bull. Não é uma questão de idade. Para sua idade, sua cabeça é muito madura”, disse Berger, em entrevista à agência de notícias APA, citando o domínio de Vettel sobre Mark Webber, seu companheiro de Red Bull, como exemplo de suas qualidades.

“Ele não erra mais. Mark Webber, por exemplo, é um piloto muito bom, mas sob pressão ele não é tão forte. Para Vettel muitos fatores se juntam, como velocidade, habilidade e cuidado. Ele combina tudo isso para conseguir o maior número de pontos possível”, completou o austríaco.

Apesar de discordar de Domenicali em relação a Vettel, Berger concordou com o italiano nos elogios a Schumacher.

“Em relação aos melhores caras, como Vettel, (Nico) Rosberg e (Lewis) Hamilton, ele está perdendo dois ou três décimos. Isso significa que, em uma Red Bull, ele ainda pode vencer corridas. Eu ainda o respeito muito. Além dos três que eu citei, só vejo Alonso na frente dele”, declarou o ex-piloto.

Leia tudo sobre: Gerhard BergerSebastian VettelRed BullF1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG