Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Para Ecclestone, Kubica estaria na Ferrari não fosse acidente

Chefe da F1 diz que polonês, que ainda se recupera de graves lesões, é mais rápido que Felipe Massa

iG Sâo Paulo |

O chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, afirmou neste domingo (11) que, não fosse o grave acidente sofrido por Robert Kubica no início do ano passado, Felipe Massa já teria perdido sua vaga na Ferrari para o polonês.

Leia também: Domenicali demonstra insatisfação com novo carro da Ferrari

Kubica ainda se recupera do acidente sofrido enquanto disputava uma prova de rali, em fevereiro de 2011. Na época, o polonês era piloto da Renault (hoje Lotus). Com uma grave lesão na mão direita, ainda não se sabe quando ele conseguirá voltar às pistas da F1.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Uma coisa é clara, Felipe não tem tido muita sorte, mas ele é rápido. Penso que é uma questão de alternativas para a Ferrari: quem dos pilotos disponíveis é mais rápido que Felipe? Não vejo ninguém. Mas tenho certeza que Robert Kubica estaria na Ferrari agora se não tivesse sofrido o terrível acidente de rali”, disse Ecclestone em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Sobre a situação da Ferrari neste início da temporada, Ecclestone deu seu apoio ao chefe da escuderia italiana, Stefano Domenicali, em meio a comentários de que o time não teria um novo carro muito competitivo.

"Os problemas da Ferrari não têm nada a ver com a administração da equipe, tenho certeza disso. Vejo problemas no lado técnico, no departamento de aerodinâmica. Mas ao invés de demitir alguém, eles deveriam contratar alguém: Adrian Newey”, sugeriu.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG