Martin Whitmarsh diz que piloto britânico deve se orgulhar de sua prova após conseguir segurar Webber

Para o chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, Lewis Hamilton deveria estar orgulhoso de seu desempenho no GP da Coreia do Sul desse domingo (16), prova em que o piloto conquistou o segundo lugar. Segundo o dirigente, a corrida do britânico foi absolutamente inspiradora e digna de grandes campeões.

Veja também: Hamilton celebra volta ao pódio e diz confiar em seu potencial

Hamilton largou na pole position em Yeongam, mas perdeu a liderança para Sebastian Vettel ainda na primeira volta. Na segunda metade da prova, no entanto, ele teve que se defender dos intensos ataques de Mark Webber, que tinha um carro mais rápido, e conseguiu segurar o australiano até o final.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"A corrida de Lewis foi absolutamente inspiradora”, declarou Whitmarsh. “Ele pode minimizar isso, porque é um perfeccionista e queria a vitória, mas suportar tamanha pressão, volta após volta, de um carro mais rápido... Foi uma corrida digna de um grande campeão. A posição em que ele terminou a prova pode ir para os livros apenas como outro segundo lugar, mas não se engane, foi um desempenho fantástico”, elogiou.

Whitmarsh explicou também que um problema na asa dianteira da McLaren estava prejudicando o rendimento de Hamilton, o que tornou sua prova ainda mais impressionante.

"Os dados mostraram que ele estava perdendo uma quantidade significativa de pressão aerodinâmica na sua asa dianteira. Nessas circunstâncias, ele foi um piloto fantástico, porque seria muito fácil ele ter perdido posições com tamanha e constante pressão”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.