Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Para Button, pneus tornam o GP da Malásia imprevisível

Maior degradação dos compostos e aumento do número do pit stops podem decidir a corrida deste domingo

iG São Paulo |

AP
Button (à direita) não sabe o que esperar dos pneus em Sepang
Piloto da McLaren, Jenson Button não sabe ao certo o que esperar dos pneus Pirelli na Malásia. Assim como na primeira corrida do ano, espera-se uma degradação acentuada, mas na Austrália os produtos surpreenderam positivamente. O mexicano Sergio Pérez, da Sauber, por exemplo, conseguiu terminar a estreia com apenas uma parada.

“Os pneus serão os mesmos do que na Austrália: os compostos duros e macios. Mas em Sepang vai estar muito mais quente, com a temperatura da pista muito mais alta, talvez chegando a 45º. E a superfície da pista é muito rugosa, particularmente em comparação com Albert Park, que é muito macia”, opinou o britânico.

O efeito mais esperado por Button para o Grande Prêmio da Malásia, que acontece neste domingo, é o aumento no número de pit stops que cada piloto terá de fazer.

“Sepang realmente exige que os pneus tenham estabilidade em alta velocidade. Então todos esses fatores vão tornar a situação um pouco mais difícil. Eu acho que vamos ver maior degradação e mais pit stops”, disse o competidor da McLaren.

Leia tudo sobre: PirelliMcLarenJenson Button

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG