Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Para Button, KERS o tirou da briga pelas primeiras posições

Piloto da McLaren ficou em sexto no GP da Europa e foi alcançado por Webber na classificação do campeonato

iG São Paulo |

Neste domingo (26), Jenson Button terminou o Grande Prêmio da Europa na sexta colocação. O piloto da McLaren vinha de vitória na corrida do Canadá, mas teve problemas com o KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética) e não conseguiu repetir o bom desempenho.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Tive um começo razoável, mas os carros ficaram agrupados na curva dois e fiquei preso na parte externa, quando perdi uma posição para Nico (Rosberg)”, explicou Button sobre o começo da prova, na qual largou em sexto.

O piloto contou que o auge da corrida foi a ultrapassagem sobre Rosberg: “não tive velocidade na linha reta suficiente para ser capaz de ultrapassá-lo facilmente, mas freei bem tarde e consegui ultrapassá-lo na curva dois. Isso foi o ponto alto da corrida para mim”.

Para o britânico, seu rendimento abaixo do desejado foi conseqüência de problemas com o KERS. “Na metade da corrida perdi o híbrido do KERS, o que me prejudicou não só nas saídas das curvas, mas também nas frenagens”, afirmou.

“Não foi uma corrida divertida, mas, dada a maneira que o carro se apresentava, é uma surpresa agradável terminar apenas oito segundos atrás de uma das Ferraris. Contudo, teremos muito trabalho para fazer antes de Silverstone”, concluiu Button, classificado em segundo no Mundial de Pilotos, com a mesma pontuação de Mark Webber.
 

Leia tudo sobre: F1jenson buttonMcLaren

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG