Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Organização levanta verba e GP dos EUA pode ser realizado em 2012

Definição fica por conta de Bernie Ecclestone, que disse na semana passada que a prova deveria ser adiada

Gazeta |

Apesar de Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, ter praticamente descartado a realização do Grande Prêmio dos EUA, em Austin, no Texas, em novembro de 2012, a organização do Circuito das Américas conseguiu levantar o dinheiro necessário e a programação inicial pode ser mantida.

Leia também: Ecclestone diz que GP dos Estados Unidos deve ser cancelado

Ecclestone cobra U$ 25 milhões de cada circuito para levar a Fórmula 1. Um dos fundadores da pista, Bobby Epstein, afirmou que a verba já está disponível, mas não foi entregue ainda, pois há algumas discordâncias no contrato.

"Ele ainda não recebeu por causa do novo contrato apresentado há duas semanas, contendo exigências irreais e impraticáveis", declarou. O texto do documento foi alterado e Epstein espera que Ecclestone concorde com os novos termos.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"A corrida deve virar realidade, mas se formos fazer o GP de 2012, devemos receber a assinatura nos próximos dias. Nós acreditamos que as equipes, os fãs, os patrocinadores e os empreendedores compartilham do nosso entusiasmo e acreditam que suas vozes serão ouvidas", encerrou.

Leia tudo sobre: Fórmula 1austinBobby Epsteinbernie ecclestonef1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG