Tamanho do texto

Equipe não vai poder ajustar seu modelo novo na segunda bateria de treinos, em Barcelona

Não será na próxima bateria de testes de Barcelona que a Hispania poderá correr com seu carro de 2012. O novo modelo foi reprovado no crash-test realizado pela FIA e não estará pronto para correr já no dia 21 de fevereiro. As avaliações levam em conta como o carro reage em colisões, e é obrigatório para o início de temporada da Fórmula 1 .

Leia também: Bruno Senna vê muito potencial na Williams após testes

De 17 requisitos, a Hispania foi reprovada em dois: o de resistência de rolamento dos aros e no impacto lateral do bico do carro. Como este último teste foi reprovado, o impacto frontal acabou não sendo avaliado. Todos os testes de chassi foram aprovados.

Em seu Twitter, a equipe afirmou que foi reprovada por pouco e que espera avaliar o carro na terceira sessão de treinos, também em Barcelona, no dia 1º de março. “Superadas 14 das provas de impacto. Chassis ok, mas as duas provas falhadas (por pouco) impedem que o carro novo chegue a Barcelona 1”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em Jerez de la Frontera, a Hispania participou apenas de dois dos quatro dias de testes realizados, ainda com seu carro de 2011. A equipe terminou com os piores tempos tanto no primeiro, liderado por Kimi Raikkonen , da Lotus, quanto no segundo, com domínio de Michael Schumacher, da Mercedes .