Pela primeira vez na temporada os dois pilotos da escuderia francesa terminaram entre os 10 melhores

Vitaly Petrov (foto) está empatado no Mundial de Pilotos com seu companheiro de equipe, Nick Heidfeld
EFE
Vitaly Petrov (foto) está empatado no Mundial de Pilotos com seu companheiro de equipe, Nick Heidfeld
O Grande Prêmio da Turquia deste domingo (8) marcou a primeira prova em que ambos os pilotos da Lotus Renault terminaram na zona de pontuação. Nick Heidfeld foi o sétimo colocado, seguido de Vitaly Petrov, oitavo. Os companheiros de equipe comemoraram os resultados obtidos, contudo afirmaram quem poderiam ter ido melhor não fossem os acidentes durante a corrida.

Siga o iG automobilismo no Twitter.

“É sempre bom pontuar, mas apesar de ter largado em nono, poderia ter uma posição melhor do que a sétima”, declarou Heidfeld. “Não estou totalmente feliz com a corrida. Fiquei muito tempo preso no tráfego com dificuldade de ultrapassar e depois Petrov tocou meu carro”, lamentou.

Além da colisão com Heidfeld, Petrov bateu também no carro de Michael Schumacher ainda no início da prova, quando o heptacampeão se defendia dos ataques do russo. “A estratégia da Renault foi certa e o meu ritmo era bom até o Schumacher bater no meu carro”, afirmou Petrov, que também lamentou. “A colisão certamente afetou minha colocação final”.

Com os resultados, os dois pilotos da escuderia francesa ficaram empatados em sétimo no Mundial de Pilotos , com 21 pontos cada um.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.