Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Na ponta do grid, Vettel, Webber e Button defendem Rubinho

Pilotos acreditam que saída de Barrichello da Fórmula 1 seria uma grande perda para a categoria

iG São Paulo |

Um dos temas mais comentados neste fim de semana do Grande Prêmio do Brasil é a permanência de Rubens Barrichello na Fórmula 1 em 2012. Sem vaga garantida na Williams, o piloto pode deixar a categoria depois de 19 anos de competição.

Leia também: Webber vence GP do Brasil e Button fica com o vice-campeonato

Por conta disso, os três pilotos que lideraram o treino classificatório para a prova (Sebastian Vettel, Mark Webber e Jenson Button) não escaparam de perguntas sobre o brasileiro. E foram unânimes: torcem para Rubinho ficar. A seguir, confira o que os três falaram sobre o assunto.

Getty Images
Jenson Button, Sebastian Vettel e Mark Webber defendem a permanência de Barrichello na F1

Sebastian Vettel

Primeiro de tudo, acho que seria uma pena perder Rubens, porque ele pertence à F1, ele está há muito tempo, é insano se imaginar há tanto tempo na F1. No fim, acho que não importa há quanto tempo você está na F1, e sim as coisas realmente inspiradoras a respeito de Rubens, que é que ele ama o que faz. Tenho a impressão de que ele está feliz quando acorda de manhã e vai para a pista, ele não pensa sobre sua idade. Às vezes você vê pessoas tristes com a passagem do tempo, mas Rubens não tem problemas com sua idade. Para ele é um número que não significa nada, ele ainda é jovem, divertido e, definitivamente, carismático. Seria uma pena perdê-lo e acho que para todos nós, de certo modo, é difícil se imaginar aqui por tanto tempo.

Mark Webber

Rubens foi um cara incrível para nosso esporte, com certeza. Ele passou por tempos incrivelmente difíceis, particularmente em 1994, e teve grandes momentos também. Acho que vê-lo chorar no pódio em Hockenheim depois daquela prova incrível largando do fim do grid é nosso jeito de sempre amar ver Rubens, e é assim que ele genuinamente é. Obviamente nesse ano ele não teve um carro muito competitivo, mas seria ótimo vê-lo de novo no ano que vem. Há alguns meses, eu estava na academia e encontrei o ex-boxeador Frank Bruno, ele lutou com Mike Tyson algumas vezes, mas foi bem honesto ao dizer que a maior luta que você encara é quanto tenta parar. Sempre há uma arrogância envolvida quando queremos continuar competindo. Mas a fome, o desejo, tudo isso ainda está com Rubens.

Jenson Button

Assustadoramente, essa já é minha 12ª temporada. Nesse momento, não consigo me imaginar aqui por mais oito anos, mas há quatro ou cinco anos eu não me imaginava aqui, então o tempo voa. Como todos sabemos, quando estamos viajando, você não senta por um segundo, então os anos passam muito rapidamente enquanto você ainda se sente faminto, o que obviamente é o caso de Rubens, é ótimo ver que ele ainda quer pilotar. Realmente, espero que ele consiga uma equipe para o ano que vem, espero que ele esteja correndo no ano que vem.

Getty Images
Rubens Barrichello está com posição indefinida para 2012

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG