Chefe da F1 esteve na inauguração do circuito austríaco, que aconteceu neste domingo

AP
Ecclestone acredita que é possível a realização de um GP na Áustria
Neste domingo (15), Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1, fez uma aparição inesperada na abertura oficial do Circuito Red Bull Ring, na Áustria. A visita pode significar que as portas da Fórmula 1 estão abertas para a volta do Grande Prêmio da Áustria.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Perguntado se seria possível fazer um GP de F1 ali, Ecclestone respondeu: “Por que não?”. O chefão ainda acrescentou que a reforma no traçado já deveria ter sido realizada há muito tempo. “A remodelação deveria ter acontecido há 10 anos”, disse.

Apesar das suposições sobre a volta do Grande Prêmio da Áustria (que não é realizado desde 2003) à F1, o tricampeão mundial Niki Lauda, que esteve na inauguração, acha prematuro falar sobre esta possibilidade. “(A reformulação) Foi uma ótima aquisição feita pelo Dietrich Mateschitz (dono da Red Bull) e é algo fantástico de se ter no país. Mas ainda é muito cedo para as especulações sobre uma volta para a Fórmula 1. Essas coisas levam muito tempo”, disse.

A equipe Red Bull faz neste fim de semana uma demonstração de seus carros no circuito, com a presença dos pilotos Sebastian Vettel e Mark Webber. O primeiro grande evento que acontecerá ali será a DTM, no início de junho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.