País vai receber a categoria pela primeira vez no dia 30 de outubro

O piloto alemão Michael Schumacher, heptacampeão do mundo de Fórmula 1 , disse que aprova a Índia como sede da categoria. O país vai receber pela primeira vez na história um Grande Prêmio, que será disputado no dia 30 de outubro em Nova Délhi.

Veja também: Bicampeonato mundial de Ayrton Senna completa 21 anos

"Sempre fui a favor que novos países se envolvam no esporte, acho que o Mundial deve ser disputado em todo o planeta. E a Índia merece estar no circuito", disse o alemão, em entrevista à agência local Ians .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O piloto da Mercedes, de 43 anos, admitiu que nunca esteve no país a não ser para fazer escala para outros lugares. Mas afirmou que espera aprender algo sobre a cultura indiana durante sua estadia no local.

"Geralmente estamos muito ocupados com as corridas do fim de semana e, na maioria das vezes, não podemos ver muitas coisas. Mas é possível ver e sentir o calor das pessoas", contou Schumacher. O alemão acrescentou que tem contrato com sua escuderia atual até o ano que vem e que por isso "não há necessidade de se pensar prematuramente sobre o futuro".

O Grande Prêmio da Índia será disputado entre os dias 28 e 30 de outubro em Noida, nos arredores de Nova Délhi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.