Empresa pretende gerar mais 300 empregos e ampliar suas operações para além do automobilismo

A McLaren anunciou nesta sexta-feira (16) planos para construir um centro de tecnologia aplicada que, segundo a equipe, criaria centenas de empregos na unidade ao lado de sua fábrica da Fórmula 1 .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A equipe britânica disse que o plano foi mandado para Woking, no sul da Inglaterra, para a criação do centro, que ampliaria o trabalho da empresa para além do automobilismo.

"Até 300 trabalhadores serão empregados no local durante a fase de desenvolvimento, e 400 empregos diretos serão criados e retidos no local", disse a McLaren, por meio de um comunicado oficial.

"Além disso, 200 empregos serão criados indiretamente por meio do setor manufatureiro, além de fornecedores, clientes e do aumento de venda no varejo da área", completou.

A nova unidade é independente da parceria anunciada na quinta-feira (15) com a empresa farmacêutica GlaxoSmithKline, que tem como objetivo abrir um complexo de aprendizagem em Woking, onde empregados das duas empresas poderão trabalhar juntos para compartilhar ideias e colaborar em projetos.

A McLaren Applied Technologies (MAT) trabalha com uma série de parceiros, como a fabricante de bicicletas Specialized, cujo modelo McLaren Venge foi usado pelo campeão Mark Cavendish na Volta da França deste ano.

Eles também ajudaram a desenvolver técnicas mais precisas e menos intrusivas de cirurgia no setor médico e adaptaram a tecnologia da Fórmula 1 para ajudar nas operações do aeroporto de Heathrow, em Londres.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.