Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

McLaren diz que temporada 2011 ainda não é uma causa perdida

Mesmo admitindo situação difícil, chefe da equipe acredita que sua escuderia ainda pode vencer corridas

Gazeta |

Mesmo com a vitória de Sebastian Vettel, da Red Bull, no Grande Prêmio da Bélgica - a sétima do alemão no ano -, a McLaren não jogou a toalha na temporada 2011. Segundo o chefe da equipe, Martin Whitmarsh, a escuderia ainda pode vencer e contribuir para o desenvolvimento do carro de 2012.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Nós estamos trabalhando no carro do ano que vem, mas provavelmente uma fraqueza da McLaren, ou uma franqueza pessoal minha, é que eu não gosto de não vencer", declarou. "Eu sempre vou perguntar ao pessoal: 'Como nós vamos fazer o carro mais rápido no próximo fim de semana?'. Ainda temos algumas corridas que nós podemos vencer e esse tem de ser o objetivo neste momento", completou.

O diretor acredita que melhorias ainda podem ser feitas para o carro deste ano, mesmo com o trabalho voltado para o modelo de 2012. "Curiosamente, nesta semana, tivemos seis modificações de desempenho no carro. Uma delas saiu do programa de desenvolvimento para o ano que vem, então você sempre irá tentar e 'roubar' coisas do novo carro", acrescentou.

Mesmo com a larga vantagem que Vettel criou neste fim de semana - agora ele tem 259 pontos, enquanto o melhor piloto da McLaren, Jenson Button, tem 149 - Whitmarsh mira bater a Red Bull mais vezes no ano.

"Eu quero que o carro seja mais rápido na próxima corrida e nós continuaremos tentando durante esse tempo. Pensando na perspectiva do campeonato, é decepcionante. Mas é o que é, nós vamos continuar trabalhando. Ainda temos mais corridas pela frente. Vamos tentar fazer nosso carro mais rápido e ver se conseguimos vencê-los", concluiu.

Leia tudo sobre: Martin WhitmarshF1McLaren

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG