Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Massa afirma que maior pressão na Ferrari vem dele mesmo

Brasileiro sabe que precisa fazer muito mais em 2012 para convencer a equipe

iG São Paulo |

Após terminar o GP do Brasil em quinto, Felipe Massa afirmou que a única pressão que sente para a próxima temporada, crucial para sua permanência na Ferrari, é a que ele coloca em si mesmo.

Leia também: Engenheiro brasileiro explica como chegou à Fórmula 1

Com os chefes da escuderia italiana esperando Massa provar que seus críticos estão errados e voltar à forma que lhe ajudou a brigar pelo campeonato em 2008, o brasileiro sabe que 2012 é chave para o futuro de seu acordo com a equipe. Porém, ele insiste que não se sente pressionado pelos dirigentes.

"A pressão vem do meu lado. Coloco muita pressão em mim mesmo, então acho que me preocupo muito mais com a minha própria pressão do que com a pressão dos outros”, explicou Massa.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Você sempre fica sob muita pressão na F1, principalmente em times grandes como a Ferrari, então me importo mais com minha pressão e sei que preciso fazer mais”, acrescentou.

O brasileiro ainda disse que o fato de não ter subido ao pódio nesse ano não tem grande significado, porque ele sabe que nessa temporada não fez tudo o que é capaz.

"Com certeza isso não é positivo, mas também sou um dos pilotos da Ferrari que tem mais pódios. Então não é como se eu nunca tivesse subido ao pódio e nunca tivesse brigado por vitórias. Tive 11 vitórias e muitos pódios”, defendeu Massa, primeiro ferrarista a ficar sem pódio em uma temporada completa desde 1981.
 

Leia tudo sobre: F1FerrariFelipe Massainterlagosfórmula 1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG