Piloto da McLaren causou o abandono do venezuelano em Mônaco, e depois o chamou de "ridículo"

O piloto da Williams Pastor Maldonado revelou que Lewis Hamilton entrou em contato com ele para se desculpar após o Grande Prêmio de Mônaco . O britânico se envolveu nos acidentes que tiraram o venezuelano e Felipe Massa da prova , e, depois da corrida, chegou a dizer que os dois eram “ridículos” .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Meu telefone tocou e era o Lewis. Conversamos por alguns minutos, e ele disse que a intenção de sua ligação era se desculpar por seu comportamento, tanto na pista quanto em suas declarações. Ele disse que estava sob muita pressão em Mônaco. Ele me parabenizou pela minha corrida e pela minha temporada, então deu pra ver que ele se arrependeu do incidente”, disse Maldonado.

O venezuelano declarou também que aceitou as desculpas do piloto da McLaren.

“Acho que foi um gesto de cavalheirismo de Lewis me ligar para falar sobre o a situação, e também um ato de coragem. Algumas vezes a pressão se torna um grande inimigo interno, que pode abalar até a pessoa mais sensível, e, como eu disse no domingo, ele pareceu muito nervoso, e talvez a pressão tenha feito com que ele exagerasse. Acredito que o incidente faça parte das coisas que podem acontecer em uma corrida, e não estou com raiva. Somente virei a página e comecei a pensar no Canadá , e desejo o melhor para Lewis”, completou Maldonado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.