Tamanho do texto

Depois do Grande Prêmio de Mônaco, o piloto britânico discordou das decisões dos comissários de prova

Segundo o jornal britânico Daily Tepegraph , a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) estuda punir Lewis Hamilton por desrespeitar os comissários de prova do Grande Prêmio de Mônaco . Após a corrida, disputada no último domingo (29), o piloto reclamou das punições que recebeu .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Hamilton se envolveu no acidente que tirou Felipe Massa da corrida – por isso, recebeu uma penalidade de drive-through. Depois, participou também do incidente que causou o abandono de Pastor Maldonado, e teve 20s adicionados ao seu tempo final . Ao final da prova, o piloto da McLaren chegou a chamar o brasileiro e o venezuelano de “ridículos”, mas pediu desculpas via Twitter .

O britânico se envolveu também no acidente mais forte da corrida – depois do lance, o russo Vitaly Petrov teve de ser levado de ambulância para o hospital, mas já passa bem .

Ainda de acordo com o Daily Telegraph , a McLaren está ciente do risco de punição e já começou a preparar a defesa de Hamilton. Nesta segunda-feira (30), o piloto pediu desculpas aos comissários da prova .