Piloto britânico disse que fica na McLaren enquanto a equipe puder oferecer um carro competitivo

Nesta semana, surgiram rumores de que Lewis Hamilton poderia correr pela Red Bull a partir de 2013 , já que o piloto foi visto conversando com Christian Horner, chefe da equipe, no fim de semana do Grande Prêmio do Canadá . Porém, o britânico afirmou que enquanto a McLaren tiver um carro competitivo ele não pensará em deixar a escuderia.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Tenho muita sorte de ser parte da McLaren. É uma das melhores equipes, tem uma grande história e temos agora um carro que é capaz de vencer, como meu colega de equipe mostrou no fim de semana. Então, enquanto o carro puder fazer um bom trabalho, não há motivos para sair”, disse Hamilton, em evento nos Estados Unidos, no qual o britânico dirigiu um carro da Nascar . O piloto não demonstrou interesse em competir pela categoria americana nos próximos anos.

“Cresci querendo ser campeão do mundo e eu definitivamente ainda não alcancei tudo o que queria na Fórmula 1 . Então, definitivamente eu vou passar todo o tempo que puder na categoria até alcançar tudo que eu sempre quis”, declarou o piloto da McLaren.

Hamilton negou que sua conversa com Horner em Montreal possa significar um interesse do piloto em correr pela Red Bull.

“Eu conheço todos os empresários, os chefes e um monte de gente das equipes. Conheço Stefano Domenicali e converso com ele o tempo inteiro, conheço Norbert Haug e converso com ele o tempo inteiro. É assim com Christian. Quando estava indo da Fórmula 3 para a GP2 , tive uma reunião com ele. Mas conheço todos, então converso com todos durante o fim de semana”, minimizou o piloto da McLaren.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.