Piloto da Lotus Renault sofreu grave acidente em fevereiro e passará por nova operação ainda este mês

O piloto Robert Kubica está na última etapa de recuperação do grave acidente sofrido em fevereiro deste ano. Ele deverá realizar mais uma cirurgia no cotovelo direito ainda este mês para finalizar o processo de reabilitação da forte colisão que sofreu durante a prova de rali Ronda di Andora, na Itália.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O médico de Kubica, dr. Roberto Ceccarelli, admitiu que a recuperação do polonês tem inspirado cuidados pela falta de movimento do cotovelo. Apesar disso, ele acredita que a nova e última cirurgia será um sucesso e garantirá a volta da mobilidade no braço do piloto.

"Com o seu cotovelo travado, não tivemos a chance de trabalhar em um programa completo de recuperação como fazemos normalmente", disse Ceccarelli, em entrevista ao diário britânico Autosport .

"Mesmo assim, mantivemos as outras articulações o mais móveis possível, com o objetivo de ter o máximo de flexibilidade e a maior quantidade de massa muscular disponível quando o cotovelo for destravado", explicou o médico, que que tem Kubica como paciente desde o dia do acidente.

Apesar de projetar sua volta às pistas para o final deste ano, o piloto ainda não tem previsão oficial de retorno à Fórmula 1. Mesmo assim, ele segue como contratado da Lotus Renault.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.