Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Kubica conta as horas para voltar à Fórmula 1

Chefe da Renault, Eric Boullier, revela que piloto trabalha de seis a sete horas por dia para se recuperar

Reuters |

A equipe Renault pode ter que esperar até meados de junho para ter uma posição mais clara sobre as perspectivas de volta às pistas do piloto Robert Kubica. O polonês, enquanto isso, dedica-se à reabilitação para se recuperar de uma lesão.

Siga o iG automobilismo no Twitter.

Kubica passou dois meses em um hospital na Itália depois de sofrer sérias lesões em um acidente de rali que ameaçou sua vida, no início de fevereiro. Sob os cuidados médicos do italiano dr. Riccardo Ceccarelli, o piloto voltou para sua casa em Mônaco no mês passado.

O chefe da equipe Lotus Renault, Eric Boullier, disse que passou uma hora no telefone com o polonês esta semana. "Ele está muito aliviado por voltar para casa e ter uma vida normal, mesmo  com a necessidade de trabalhar todos os dias na reabilitação", disse.

De acordo com Boullier, o esforço de Kubica para se recuperar tem sido intenso. "Ele está trabalhando muito duro, de seis a sete horas por dia". "Vamos saber mais, digamos, em meados de junho", completou.

O francês, que recrutou o alemão Nick Heidfeld para substituir Kubica na Renault, disse que a recuperação do polonês não deve ser apressada. "A lesão foi muito grave. Ossos e músculos são relativamente fáceis de curar, mas nervos são mais complicados", afirmou Boullier. "É preciso ser cauteloso. Para que tudo saia da maneira correta leva tempo", finalizou.

 

Leia tudo sobre: Robert KubicaFórmula 1Eric BoullierRenaultrali

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG