Piloto da Hispania vê evolução no carro, mas diz que circuito de Sepang é muito difícil

Piloto da Hispania, o indiano Narain Karthikeyan não conseguiu correr o Grande Prêmio da Austrália, estreia da temporada, por conta da regra dos 107%. O competidor espera que o cenário não se repita na Malásia, que recebe a segunda etapa da temporada neste domingo.

Siga o iG automobilismo no Twitter .

Nos dois primeiros treinos livres, Karthikeyan estourou o limite no P1, mas ficou dentro do limite permitido no P2.

“Temos de estar na corrida para ganharmos milhagem e aprender mais. Mas este é um circuito difícil. Precisamos de muita downforce, e provavelmente esta pista e a de Barcelona serão difíceis. Mas nem tudo é negativo. O time parece estar fazendo um bom trabalho, e se eles continuarem não deveremos ser ruins. É o que eu sinto”, disse o indiano, que admitiu que um bom desempenho da Red Bull pode complicá-lo.

“É sim uma preocupação. Se eles forem mais rápidos, fica mais difícil para nós”, confessou.

O piloto da Hispania também acredita que será difícil sua equipe conseguir igualar o desempenho da Virgin na Malásia.

“Não neste final de semana, honestamente. Mas a Virgin não esteve mal comparada ao desempenho deles na Austrália”, disse Karthikeyan, elogiando a adversária.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.