Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Insatisfeito, Rubinho diz que não sabe se vai seguir na Williams

Brasileiro reclama da postura da equipe em usar corridas para testar novos componentes aerodinâmicos

iG São Paulo |

A situação de Rubens Barrichello na Williams para 2012 está cada vez mais incerta. Nesta semana, a imprensa internacional divulgou os nomes de Adrian Sutil, atualmente na Force India, e Nico Hülkenberg, piloto reserva também da equipe indiana, como possíveis substitutos do brasileiro na escuderia britânica para a próxima temporada.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Nesta sexta-feira (5), em entrevista ao jornal italiano Corriere dello Sport, Barrichello afirmou que, nas atuais condições apresentadas pela equipe, ele não sabe se vale a pena ficar. “Vivemos uma situação inacreditável. Não sei se vou continuar no próximo ano nessas condições”.

Para o piloto, o maior equívoco da equipe é usar a temporada regular como forma de testar novas partes do carro. “Nos últimos meses, trouxemos muitas partes aerodinâmicas, mas não conseguimos testá-las bem e, honestamente, você não pode usar um GP como teste”, disse.

“Estamos confusos, o time está cheio de incertezas”, concluiu o brasileiro. Recentemente, o piloto de 39 anos já havia demonstrado insatisfação com a postura da Williams e deu declarações dizendo que “nunca quis ser um piloto de testes”.

A Williams não vive uma boa temporada. Em 11 provas até a agora, a equipe tem apenas quatro pontos, conquistados com dois nonos lugares de Barrichello. O estreante Pastor Maldonado, companheiro de Rubinho, ainda não pontuou.

Para 2012, a escuderia britânica já tem duas novidades. A entrada de Mike Coughlan no lugar de Sam Michael na chefia técnica e o motor Renault, que substituirá o Cosworth.
 

Leia tudo sobre: rubens barrichellowilliamspastor maldonadof1fórmula

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG