Publicações europeias não poupam brasileiro de críticas e exaltam Alonso e Pérez após GP da Malásia

Tudo o que poderia acontecer para aumentar a pressão sobre Felipe Massa na Ferrari, aconteceu no GP da Malásia . Além do mau desempenho do piloto brasileiro, a vitória de Fernando Alonso, seu companheiro, e o ótimo desempenho de Sergio Pérez, principal candidato ao seu lugar na equipe italiana , deixam a situação de Massa cada dia mais complicada.

Leia também: Chefe da Ferrari promete proteger Massa

A revista italiana Autosprint , que já havia criticado Massa na semana anterior ao GP da Malásia , novamente não poupou o brasileiro em editorial publicado em seu site. “Nem mesmo os escritores mais hábeis poderiam ter imaginado uma trama tão espetacular, que teve três atores principais envolvidos diretamente: Alonso, Massa e Pérez. O campeão, o derrotado e o substituto”.

A revista reconhece que Massa começou bem a prova em Sepang , mas não soube manter o desempenho. “Até um terço da corrida, estava indo bem. Estava em oitavo enquanto Alonso era quinto. Até que entrou em crise, como acontece muitas vezes”.

O editorial relembra a troca de chassi do carro do brasileiro , que teria provado que ele próprio seria o culpado pelo desempenho. “Ele pediu para mudar o chassi e reconstruíram um carro novo, porque ele acreditava que seu carro tivesse um defeito estrutural. A contraprova mostrou que o problema de Massa está no piloto, e não na máquina”.

Para o periódico La Stampa , a vitória de Alonso acabou com o “álibi” que o brasileiro tinha de culpar o carro. “Em 2010, brigava porque os pneus não estavam na temperatura ideal. Em 2011, o carro era pior. O tempo acabou com seus álibis e a vitória de seu companheiro de equipe o faz se render à evidência: há algo de errado nele”.

Alonso mago. Pérez com moral

Ao contrário de Massa, Alonso foi exaltado pela imprensa europeia. O italiano La Gazzeta dello Sport publicou “Alonso mago” em sua capa, elogiando a “corrida perfeita” realizada pelo espanhol. No mesmo editorial que criticou Massa, a revista Autosprint coloca a vitória de Alonso na “história do automobilismo mundial”.

Em seu país, Alonso também foi elogiado. “Alonso caminha sobre as águas”, publicou o jornal Marca , exaltando a habilidade do piloto. No As , a manchete era “A lenda se chama Alonso”, e destacou a liderança do Mundial .

No jornal inglês Daily Mail , mais elogios ao espanhol, lembrando que Alonso venceu com uma Ferrari que “tem se mostrado fraca comparada a seus padrôes elevados”.

A Autosprint , crítica ferrenha de Massa, vê Pérez como a melhor solução para a Ferrari. “Indicamos o nome de Sergio Pérez como um possível substituto por muitas razões: é jovem, motivado e, por ter metade de seu contrato com a Ferrari, não existem pesadas sanções em uma possível troca Sauber-Ferrari. O mexicano se mostrou a revelação do GP da Malásia”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.