Circuito italiano saiu do calendário da categoria em 2007, mas agora conta com atualizações para retornar

Ainda há chances de Ímola retornar ao calendário da Fórmula 1 . O famoso circuito italiano sediou o Grande Prêmio de San Marino pela última vez em 2006, quando a falta de modernização e o aumento da taxa de sanção para as corridas fizeram com que ele deixasse a categoria.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Desde então, foram realizadas várias mudanças no circuito, incluindo a reconstrução completa dos pits, do pit lane e do paddock, supervisionadas pelo arquiteto Hermann Tilke. No entanto, o Autódromo Enzo e Dino Ferrari, como é chamado oficialmente, havia recebido da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) apenas a classificação 1T, que torna a pista utilizável somente para testes de F1.

Porém, após uma inspeção recente realizada por Charlie Whiting, a FIA decidiu conceder ao circuito a mais alta classificação, que permite ao autódromo voltar a abrigar provas da categoria.

“Estamos orgulhosos do objetivo que atingimos, que é um sinal claro de que estamos trabalhando na direção certa”, declarou Walter Sciacca, chefe do circuito. “Com essa aprovação, estamos novamente em posição de sediar um Grande Prêmio de Fórmula 1. Então não nos limitaremos e, se experimentarmos as condições econômicas certas, estaremos prontos para enfrentar qualquer desafio” , acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.