Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Horner desmente intenção da Red Bull em contratar Hamilton

O dirigente disse que dupla Hamilton e Vettel traria as mesmas faíscas que o inglês teve com Alonso em 2007

iG São Paulo |

O chefe da Red Bull, Christian Horner, minimizou mais uma vez as chances de sua equipe fazer uma proposta por Lewis Hamilton num futuro próximo, e sugeriu que não seria sábio colocar o britânico e Sebastian Vettel no mesmo time. Durante a pré-temporada da F1, havia especulações de que o mau desempenho da McLaren poderia fazer Hamilton pensar no assunto, rumor que Horner tratou de refutar.

AP
Horner diz que dupla entre Vettel e Hamilton na Red Bull é improvável
Alguns dias atrás, o ex-piloto austríaco e atual assessor de esportes a motor da Red Bull, Helmut Marko, disse que a escuderia pensava na contratação do inglês para a próxima temporada. Lembrando que o australiano Mark Webber tem contrato com a equipe somente até o fim de 2011.

Horner conversou nesta segunda-feira com jornalistas em Silverstone e disse que ter os dois pilotos juntos atrairia o mesmo de tipo tensão que o inglês teve com Fernando Alonso em 2007. “É difícil ver como você poderia ter dois pilotos do calibre de Lewis e Sebastian sob o mesmo teto. Seria fogo, então estamos felizes com o alinhamento que temos, e veremos como as coisas evoluem”.

O dirigente negou também que os pilotos atuais da Red Bull, Vettel e Webber, funcionam porque a dupla não está no mesmo nível. “Eles estão em diferentes estágios em suas carreiras e complementam um ao outro. Há uma diferença de idade de 11 anos entre ambos e esse tempo em experiência de vida é muito valioso”.

Mas o chefe da equipe taurina ainda acrescentou: “É claro que, se ele (Hamilton) quisesse correr pela Red Bull, então obviamente você não poderia ignorar um piloto de seu calibre. Mas eu entendo que ele tem um contrato de vários anos com a McLaren e acredito que ele permanecerá lá por um tempo. Mas quem sabe, no futuro, você nunca pode descartar nada. Mas teria que haver um grande desejo de ambas as partes”.

Leia tudo sobre: Christian HornerRed Bull

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG