Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Hamilton se envolve nos principais acidentes do GP de Mônaco

Felipe Massa, Pastor Maldonado e Vitaly Petrov foram as maiores "vítimas" do piloto britânico

iG São Paulo |

AP
Felipe Massa não conseguiu controlar seu carro após perder sua asa em toque com Hamilton
Lewis Hamilton foi o símbolo do conturbado Grande Prêmio de Mônaco deste domingo (29). O piloto britânico esteve envolvido nos incidentes que causaram a entrada do safety car e a paralisação da prova, com bandeira vermelha, quando faltavam cinco voltas para o fim da corrida. Por conta de sua postura agressiva, Hamilton teve de cumprir uma punição drive through durante o GP. O competidor não ficou satisfeito com a decisão, e chamou seus rivais de "ridículos".

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O primeiro acidente que envolveu Lewis Hamilton causou o abandono de Felipe Massa na 34ª volta. Os pilotos se tocaram na curva seis enquanto o britânico tentava atacar o ferrarista. Com sua asa dianteira prejudicada, o brasileiro teve dificuldades no túnel, perdeu o controle do carro e bateu, forçando a entrada do safety car na pista. Foi este incidente que causou a punição do piloto da McLaren.

Hamilton também se envolveu no acidente mais grave da prova. Além dele, Paul di Resta, Jaime Alguersuari e Vitaly Petrov também participaram do lance que causou bandeira vermelha, paralisando a corrida. O russo, com dores na perna, teve de ser levado de ambulância para o hospital, mas passa bem.

Por fim, logo após a relargada, Hamilton forçou ultrapassagem sobre o venezuelano Pastor Maldonado, empurrando o venezuelano para fora da pista. O piloto da Williams, que estava na zona de pontuação, chocou-se contra o muro e teve de abandonar a corrida.

Leia tudo sobre: Lewis HamiltonMcLarenF1Felipe MassaVitaly Petrov

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG