Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Hamilton pede desculpas a comissários da prova em Mônaco

Piloto da McLaren deu declarações polêmicas à BBC após a corrida nas ruas de Monte Carlo

iG São Paulo |

Lewis Hamilton pediu desculpas aos comissários da FIA pelo que considerou uma brincadeira mal-interpretada que fez sobre o motivo de sua punição após o GP de Mônaco do último domingo (29). O piloto da McLaren foi penalizado duas vezes na prova. Primeiro com um drive-trough, por conta da batida com Felipe Massa. Depois, com 20 segundos adicionados ao seu tempo final pela colisão com Pastor Maldonado. Depois da corrida, o britânico fez declarações polêmicas para a BBC.

Siga o iG Automobilismo no twitter

Além de chamar outros pilotos de “ridículos”, Hamilton foi questionado pela BBC sobre a razão pela qual acreditava estar sendo vitimizado pelos comissários e respondeu brincando: “Talvez seja porque sou negro, como fala Ali G”, em uma referência ao personagem interpretado pelo comediante Sacha Baron Cohen.

O piloto afirmou que voltou para conversar com os comissáros e assegurar que houve um mal-entendido. “O que eu falei foi uma piada, mas que não foi engraçada no momento. Deixei eles cientes de que quando as emoções estão elevadas, e isso é muito intenso no final das corridas, você nem sempre fala as coisas certas, e a brincadeira não saiu na hora apropriada”, explicou.

“Fui lá, esclareci com eles, e estabelecemos nossa paz. No final, disseram que vão se certificar de que os outros integrantes da FIA também entendam”, contou Hamilton, que terminou a prova na sexta posição.

O piloto ainda desabafou: “O fim de semana foi difícil, sinto como se tudo tivesse sido atirado em mim, mas consegui segurar e lidar da melhor forma que pude”.
 

Leia tudo sobre: F1Lewis HamiltonMcLarenFIACircuito de Monte Carlo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG