Emocionado, britânico da McLaren exaltou briga por posição com Vettel e disse que vive para vencer

Lewis Hamilton teve um domingo emocionante na China . O britânico venceu a prova, mas quase teve de largar dos boxes. Um vazamento de combustível em seu carro fez com que o piloto deixasse a garagem a menos de um minuto do tempo limite.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“Ainda tenho dificuldades para encontrar palavras. Foi uma das minhas melhores corridas. Antes do começo, estava sentado no carro, mas ele não queria funcionar. Quando finalmente deixei a garagem, dirigi pelo pitlane prestando atenção na luz e torcendo para ela não ficar vermelha. Ela não ficou”, narrou Hamilton, que listou as corridas prediletas de sua carreira.

“Me sinto muito orgulhoso, essa corrida foi uma das minhas três maiores vitórias, ao lado de Silverstone e Mônaco em 2008. Existo, vivo e respiro para vencer. Amo vencer e não poderia estar mais contente”, comemorou.

Hamilton também exaltou a batalha por posição com Sebastian Vettel, que lhe valeu a liderança faltando menos de cinco voltas para o fim da prova.

“Mesmo mais lento, ele não parecia um alvo fácil. Estava difícil segui-lo na reta oposta, então queria passá-lo antes”, contou. O resultado deixa Hamilton na segunda colocação do Mundial de Pilotos, com 47 pontos, 21 a menos do que Vettel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.