Piloto da McLaren foi prejudicado pela bandeira vermelha causada pelo acidente de Sergio Pérez

Lewis Hamilton deixou o Circuito de Mônaco neste sábado (28) decepcionado após conquistar apenas o sétimo tempo no treino classificatório para o Grande Prêmio em Monte Carlo. Depois de marcar os melhores tempos no Q1 e no Q2, o piloto da McLaren foi prejudicado pela bandeira vermelha acionada por conta da forte batida de Sergio Pérez . Após o treino, Hamilton ainda foi punido por ter cortado uma chicane e perdeu posições no grid . O britânico foi rebaixado para a 10ª colocação, mas deve largar em nono, já que Pérez dificilmente conseguirá correr neste domingo (29). 

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O britânico lamentou o problema. “Depois do reinício, estava sem a temperatura ideal nos meus pneus e no freio, então não consegui fazer uma boa volta”, disse. “Estava dirigindo muito bem neste fim de semana e acho que tinha o ritmo necessário para fazer a pole – tenho certeza disso, na verdade”, afirmou.

Apesar da sétima colocação, Hamilton acredita que pode ir bem no Grande Prêmio, mesmo com as poucas chances de ultrapassagem nas estreitas ruas de Monte Carlo . “Darei o meu melhor, mesmo sabendo que é difícil vencer largando da sétima colocação, mas não vou desistir. Tentarei ganhar o maior número de pontos possível”.

Hamilton também disse que está rezando para uma recuperação rápida de Sergio Pérez. “Espero que o Sergio esteja bem, vou orar e mandar pensamentos positivos a ele e seus familiares”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.