Chefão da Fórmula 1 não vê continuidade do inglês na equipe caso temporada não seja satisfatória

Caso tenha uma temporada abaixo do esperado, o britânico Lewis Hamilton dificilmente permanecerá na McLaren. A opinião é do experiente Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1 e compatriota do campeão mundial de 2008.

Leia também: Zebras de Barcelona não devem se repetir na temporada 2012

Para Ecclestone, nem Hamilton nem a McLaren ganhariam com sua permanência após uma temporada irregular. "Eu acho que, se ele não tiver uma boa performance neste ano, poderia procurar seguir em frente em outro lugar e a equipe também poderia querer que ele siga adiante".

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O piloto de 27 anos tem contrato com a McLaren até o final desta temporada. Hamilton já afirmou que gostaria de renovar seu compromisso após o início da temporada , o que criou a especulação de que sua verdadeira intenção é analisar o potencial do novo carro antes de se comprometer.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Empresariado pelo pai Anthony Hamilton no começo da carreira, inclusive na época em que conquistou seu único título mundial, Lewis resolveu dispensar o pai e ter sua carreira gerenciada pela Simon Fuller's XIX Entertainment, ligada a astros da música pop, decisão que Ecclestone classificou como desastrosa. "Eu conversei com ele outro dia e acho que está um pouco mais focado. Eu não concordo com as pessoas que o cercam e que acham que gerenciam a sua carreira. Eu acredito que ele não precisa desse tipo de gerenciamento", criticou o detentor dos direitos comerciais da categoria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.