Piloto da McLaren tinha sido convocado para testemunhar no caso que envolve uma briga do piloto alemão com executivo da Lotus

Lewis Hamilton não vai mais depor no caso que envolve uma briga de bar entre Adrian Sutil e Eric Lux, um dos sócios da Lotus. O piloto da McLaren tinha sido convocado para o primeiro dia do julgamento , que acontece no próximo dia 30. Mas, alegando compromissos, o britânico não vai comparecer à sessão.

Leia também: Raikkonen faz seu primeiro teste na volta à Fórmula 1

De acordo com a emissora britânica BBC , o advogado de Hamilton disse ao juiz que o piloto gostaria de colaborar, mas tem compromissos no dia 30, dois dias antes do lançamento oficial do carro de 2012 da McLaren. De acordo com a emissora, o testemunho de Hamilton poderá ser remarcado ou ele simplesmente será dispensado do caso.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A briga aconteceu em 2011, em um bar em Xangai, após o GP da China . Sutil e Lux tiveram um desentendimento e o piloto alemão teria agredido o executivo da Lotus, que precisou levar diversos pontos na região do pescoço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.