Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

GP da Coreia do Sul será o último de Sam Michael na Williams

Atual diretor técnico da equipe será substituído por Mike Coughlan e tem futuro incerto na F1

Gazeta |

Com o processo de reformulação iniciado na Williams, o atual diretor técnico Sam Michael anunciou a sua data de despedida do time britânico. Após ser 'demitido' nesta temporada, ele ocupará seu cargo apenas até o Grande Prêmio da Coreia do Sul, em outubro, deixando o posto faltando três provas para o final do Mundial 2011.

SIga o iG Automobilismo no Twitter

Michael mostrou ser um dos mais incomodados com o fraco desempenho da Williams na temporada - chegando, inclusive, a pedir uma reestruturação após as primeiras quatro provas. Semanas depois, ele se reuniu com a cúpula do time britânico e todos decidiram em comum acordo pela sua saída.

Com um novo engenheiro contratado para seu lugar (Mike Coughlan, ex-McLaren), Michael quer ter uma boa despedida na sua última prova sob a batuta de Frank Williams.

"A maioria dos diretores técnicos viajam para as provas, mas a estrutura que a Williams levará não irá ter um diretor.  Haverá um engenheiro chefe de operações que irá para o Japão e a Coreia do Sul, e eu estarei em segundo plano para ele ver como eu me comporto", explicou.

Michael ainda tem contrato com a Williams até o dia 1º de março de 2012, mas não irá mais exercer nenhum cargo na escuderia inglesa - e ainda não sabe se aceitará algum emprego, ou se ficará de fora da Fórmula 1.

"Com certeza não estarei nas corridas, mas o que vai acontecer na fábrica eu não sei", afirmou, sem projetar seu futuro em outra equipe (ele foi especulado na Ferrari, Mercedes e Force India). "Ainda estou aberto (a negociações)", definiu.

Leia tudo sobre: F1Sam MichaelWilliamsMike CoughlanFrank Williams

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG