Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

GP da Austrália terá dois pilotos da casa pela 1ª vez na história

Em momentos distintos nas carreiras, Mark Webber e Daniel Ricciardo buscam melhorar retrospecto dos pilotos do país em Melbourne

Bruno Gecys, iG São Paulo |

Pela primeira vez em 27 anos, o Grande Prêmio da Austrália vai contar com dois pilotos da casa no grid de largada. Mark Webber e Daniel Ricciardo serão os responsáveis por tentar fazer com que um piloto australiano vença a corrida pela primeira vez na história do GP.

Leia também: Dê uma volta virtual no circuito de Albert Park, na Austrália

É bem verdade que os dois vivem fases bem distintas em suas carreiras. Webber tem 35 anos, já disputou dez temporadas na Fórmula 1, venceu sete corridas e chegou 30 vezes ao pódio em 178 GPs disputados até 2011. Daniel Ricciardo, 22 anos de idade, disputou apenas 11 corridas no ano passado, com a Hispania, e ainda busca escrever sua história na maior categoria do automobilismo mundial.

Sem saber se terá seu contrato renovado com a Red Bull para a temporada de 2013, Webber inicia o campeonato pressionado para apresentar bons resultados. O piloto terá de mostrar que ainda pode competir em alto nível e brigar com Sebastian Vettel. A vitória no Brasil, última prova de 2011, deu uma motivação a mais ao veterano.

Getty Images
Mark Webber faz a festa em sua única vitória em 2011, no Brasil

Caso não consiga um bom desempenho no ano, o experiente piloto pode deixar não apenas a Red Bull, mas também a Fórmula 1. Webber já declarou algumas vezes que não pretende continuar na categoria correndo por equipes menores, sem brigar por vitórias. Portanto, 2012 será um ano fundamental em sua carreira.

Enquanto isso, na Toro Rosso, equipe satélite da Red Bull, Ricciardo trabalha justamente para tentar ficar com a vaga do compatriota na escuderia bicampeã mundial em 2013. Ricciardo foi piloto de testes da Toro Rosso em 2010 e 2011, quando impressionou mais do que em suas onze corridas com a Hispania no final do ano passado.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Getty Images
Daniel Ricciardo terá na Toro Rosso sua primeira temporada completa na F1

Caso o jovem consiga bons resultados nesta temporada, o chefe da Red Bull, Christian Horner, pode levar Ricciardo para correr ao lado de Sebastian Vettel na próxima temporada. Horner, aliás, já informou que deve decidir sobre a vaga na equipe apenas no meio desta temporada.

Até lá, Webber vai tentar mostrar que merece continuar guiando pela equipe austríaca, e Ricciardo fará de tudo para provar que está pronto para ter uma chance na bicampeã. O primeiro passo para ambos começa no domingo, com o GP em casa.

Australianos têm pouco sucesso correndo em casa

A Austrália tem tradição na Fórmula 1. Grande parte disso em razão de Jack Brabham, tricampeão mundial da categoria (1959, 1960 e 1966). Mas Brabham chegou à F1 antes que seu país tivesse a oportunidade de sediar um Grande Prêmio.

Entre 1985 e 1995, a prova acontecia no circuito de Adelaide e foi vencida pela primeira vez por Keke Rosberg. Desde 1996, quando Damon Hill ganhou, a prova é disputada no circuito de Albert Park, em Melbourne.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O primeiro australiano que teve a oportunidade de correr em casa foi Alan Jones. O piloto, que foi campeão mundial em 1980 pela Williams, disputou as edições de 1985 e 1986 em Adelaide, mas abandonou em ambas. Após Jones, foi a vez de David Brabham, filho mais novo do tricampeão, tentar a sorte na Austrália. David também abandonou os dois GPs que disputou no país, em 1990 e 1994.

Coube então a Webber ser o primeiro australiano a completar a prova. Em 2002, seu ano de estreia na F1, conseguiu um ótimo quinto lugar correndo com a Minardi, seu melhor resultado no circuito, que foi repetido em 2005 e 2011, com Williams e Red Bull.

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 na Austrália*:

Quinta-feira, 15 de março
1º treino livre: 22h30

Sexta-feira, 16 de março
2º treino livre: 2h30

Sábado, 17 de março
3º treino livre: 0h
Classificatório: 3h

Domingo, 18 de março
Grande Prêmio da Austrália: 3h

* Sempre pelo horário de Brasília

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG