Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Fota ainda confia na manutenção do acordo de restrição de gastos

Martin Whitmarsh, presidente da associação, afirmou que controle é importante para a F1

iG São Paulo |

Presidente da Associação das Equipes da Fórmula 1 (Fota, na sigla em inglês), Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren, acredita que as escuderias podem chegar a um consenso para que o acordo de restrição de gastos (RRA, na sigla em inglês) seja mantido. Este é o principal ponto de discussão entre os times e pode até culminar no fim da associação.

Veja também: Whitmarsh e Hamilton discordam sobre vitória no GP do Brasil

“Acho que se você sair perguntando para as pessoas se elas acham que os gatos devem ser controlados na F1, todos dirão que sim. Acho que as coisas que estamos tentando discutir no momento são as certas”, disse Whitmarsh, em entrevista à revista britânica Autosport.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Acho que as diferentes opiniões estão nos serviços terceirizados que algumas equipes estão aceitando. Na McLaren, qualquer um pode entrar e conferir qualquer coisa que queira. Outras equipes têm, por motivos comerciais, uma companhia-mãe e são parte de um negócio maior. Então, eles dizem que faz parte da política deles não permitir investigações”, completou o dirigente, em relação à falta de colaboração que a Fota tem enfrentado para conseguir fiscalizar as equipes e garantir o respeito ao RRA.

A Fota deveria discutir o RRA em reunião agendada para o fim de semana do Grande Prêmio de Abu Dhabi, mas o encontro foi adiado por razões logísticas.

Leia tudo sobre: F1Martin WhitmarshFotaRRA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG