Equipe dos pilotos Adrian Sutil e Paul di Resta passa a se chamar Sahara Force India

Nesta quarta-feira (12), a Force India anunciou a venda de 42,5% de suas ações para a Sahara India Pariwar. A empresa indiana, especializada na promoção de eventos esportivos, pagou 100 milhões de dólares (aproximadamente R$ 177 milhões) pela fatia.

Veja também: Fotos da infância dos pilotos da Fórmula 1

“A entrada da Índia nesse esporte empolgante é motivo de orgulho para todos os nossos compatriotas. Me sinto duplamente orgulhoso pela Sahara se tornar co-proprietária da única equipe de Fórmula 1 indiana e eu tenho certeza de que, por meio da escuderia, vamos trazer orgulho e glórias para nossa nação”, disse Subarata Roy Sahara, chefe da Sahara.

Siga o iG Automobilismo do Twitter

Chefe da escuderia, Vijay Mallya manteve 42,5% das ações da equipe, que agora se chamará Sahara Force India. Os outros 15% ainda pertencem aos donos da extinta Spyker.

“O Grupo Sahara sempre teve um papel muito importante no desenvolvimento do esporte no país e é um parceiro ideal para levar a Force India em direção ao sucesso no Mundial de F1”, afirmou Mallya.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.