Tamanho do texto

Piloto larga em 12º lugar no GP da Malásia, mas confia em melhora do novo carro da Ferrari

Pela segunda corrida consecutiva, Felipe Massa não vai começar entre os dez primeiros do grid. O brasileiro não conseguiu chegar à etapa final do treino classificatório deste sábado (24) e vai largar em 12º no Grande Prêmio da Malásia. É o pior começo de temporada do piloto em classificatórios desde que chegou à Ferrari, em 2006.

Leia também: Com Hamilton na pole, McLaren repete dobradinha

“Não posso ficar feliz com o 12º lugar, mas nós sabemos que, no momento, não temos um carro muito competitivo”, declarou Massa. “Ir para o Q3 é muito difícil e hoje só consegui chegar perto desta meta”, acrescentou.

O piloto está sendo muito cobrado pela falta de resultados nos últimos anos e tem sua vaga na Ferrari ameaçada. No entanto, afirmou que a maior pressão vem dele mesmo: “Pressão? Ela vem do meu próprio desejo de sempre fazer o máximo e, quando não consigo, sou o primeiro a ficar insatisfeito”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Com um carro problemático, nem mesmo Fernando Alonso, companheiro do brasileiro na escuderia italiana, conseguiu uma boa classificação para a prova de domingo – o espanho vai largar na oitava posição. No entanto, Massa acredita que a equipe está começando a entender melhor o F2012 e se mantém otimista.

“Nos treinos livres, não fiquei satisfeito com o equilíbrio do carro, mas conseguimos melhorar isso para o classificatório, o que me deixa confiante para a corrida e para o futuro. Acho que começamos a entender melhor como o F2012 funciona e isso é algo positivo”, avaliou.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

O brasileiro revelou suas expectativas para a corrida em Sepang: “Amanhã será uma corrida muito difícil, sentiremos o desgaste dos pneus e ainda há a ameaça de chuva . Espero alcançar um resultado melhor que esse 12º lugar”.

Neste domingo (25), às 5h (de Brasília), acompanhe o GP da Malásia no Tempo Real do iG .