Tamanho do texto

Ex-piloto irlandês Derek Daly acredita que o alemão se defendeu ilegalmente de Hamilton

Getty Images
Diretor de prova, Charlie Whiting pediu para os fiscais prestarem atenção no acidente de Felipe Massa e Jarno Trulli na Itália
Derek Daly, um dos fiscais de prova do Grande Prêmio de Itália , admitiu que Michael Schumacher deveria ter sido punido pela maneira com que defendeu sua posição de Lewis Hamilton . O ex-piloto irlandês, que correu na Fórmula 1 entre 1978 e 1982, afirmou que não prestou atenção na briga dos dois por estar focado no acidente de Jarno Trulli e Felipe Massa .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Na volta 20, o diretor de prova, Charlie Whiting, pediu para os fiscais olharem para o incidente entre Massa e Trulli na segunda chicane. Enquanto olhava para o vídeo desse incidente em câmera lenta, perdi o incidente entre Schumacher e Hamilton que aconteceu naquele momento”, disse Daly, em entrevista ao site Crash.net .

“Após ver de novo em casa, acredito que Schumacher deveria ter recebido uma penalidade de drive-through. Ele foi avisado repetidamente, e não é nesse estilo de direção que você quer que a futura geração de pilotos se espelhe. Nós, como fiscais, provavelmente decepcionamos Charlie por isso”, completou.

Em seu Twitter pessoal, Daly também afirmou que acredita que Schumacher deveria ter sido punido.

“Schumacher tinha que receber uma punição por bloquear em Monza . Não soubemos lidar com isso”, postou o ex-piloto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.