Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

FIA confirma limite de 15.000 rpm para motores a partir de 2014

Carros movidos a eletricidade nos boxes e oito marchas são outras novidades do novo regulamento

iG São Paulo |

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) confirmou que será imposto o limite de 15.000 rpm para a rotação do motor dos carros de Fórmula 1 a partir de 2014.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Para o mesmo ano, as equipes terão de trocar os atuais motores V8 2,4L por motores V6 turbo de 1,6 L. O plano original da FIA era limitar a rotação a 12.000 rpm, mas surgiram preocupações de que essa restrição poderia atrapalhar o espetáculo e afastar o público.

Como forma de dissipar esses temores, a FIA incluiu no regulamento técnico para 2014, lançado na última quarta-feira, a mudança para 15.000 rpm. Outra modificação será a possibilidade dos pilotos iniciarem seus carros sozinhos, sem depender de acionadores externos.

As novas regras também estabelecem uma exigência por sistemas alternativos de energia, incluindo a regra de que os carros terão de funcionar completamente com energia elétrica quando estiverem nos boxes.

De acordo com o artigo 5.19, “o carro deve ser conduzido no modo elétrico (sem ignição e injeção de combustível para o motor) em todos os momentos em que for guiado no pitlane”.

Outra área que será afetada é a transmissão, com a introdução obrigatória de uma caixa de câmbio com oito marchas.

Leia tudo sobre: F1FIAnovos motores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG