Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Ferrari nega maldade em mensagem mandada a Massa em Cingapura

Durante a prova em Marina Bay, engenheiro pediu ao brasileiro para “destruir” a corrida de Lewis Hamilton

iG São Paulo |

A polêmica mensagem mandada pela Ferrari a Felipe Massa no Grande Prêmio de Cingapura teve nova repercussão nesta terça-feira (4). Na última etapa da temporada, a equipe pediu para o brasileiro “destruir” a corrida de Lewis Hamilton durante disputa de posição entre os pilotos. Pouco depois, os dois se envolveram em um acidente e o brasileiro foi o mais prejudicado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Segure o Hamilton o máximo que puder. Destrua a corrida dele o máximo que você puder. Vamos lá garoto”. Esse foi o recado dado pela Ferrari a Massa. Mas a escuderia tratou de minimizar o pedido ao dizer que a mensagem tomou proporções exageradas.

“É verdade que o engenheiro de Felipe Massa foi pego no calor do momento e escolheu o verbo ‘destruir’ em determinado momento. Pode não ter sido a escolha mais politicamente correta, mas definitivamente não teve nenhuma intenção maliciosa”, afirmou a equipe em seu site oficial.

A Ferrari ainda disse que o pedido não influenciou de nenhuma maneira na batida entre os dois que aconteceu posteriormente. Depois dos entreveros dentro da pista, Massa e Hamilton também se desentenderam fora dela. Após a prova, o brasileiro foi tirar satisfação com o britânico durante uma entrevista.
 

Leia tudo sobre: felipe massaferrarilewis hamiltonf1fórmula 1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG