Tamanho do texto

Flavio Briatore também foi cogitado como reforço da escuderia, mas italiano descartou a possibilidade

Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, não acha que sua equipe técnica seja o motivo do desempenho abaixo do esperado que o carro da escuderia apresentou nesta temporada - os italianos ocupam a terceira colocação no Mundial de Construtores , com 197 pontos a menos do que a líder Red Bull. Por isso, o dirigente negou a contratação de Ross Brawn, atual chefe de equipe da Mercedes, profissional que obteve sucesso em Maranello entre 1996 e 2006.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“A gerência da equipe vai continuar inalterada. Existem alguns reparos para serem feitos, mas nada ligado aos cargos principais. A contratação de Ross Brawn foi proposta, mas com certeza pode ser vista a dificuldade que ele está tendo na Mercedes. Nós escolhemos o caminho da estabilidade”, disse Montezemolo, em entrevista ao jornal finlandês Turun Sanomat .

Rumores também ligaram Flavio Briatore, ex-chefe de equipe da Renault, à Ferrari. Porém, o italiano desmentiu seu retorno à Fórmula 1 .

“Eu não tenho a intenção de retornar como dirigente de uma equipe. A Itália é o país dos rumores, por isso eu sou sempre citado quando se fala da Ferrari, mas isso não faz sentido”, declarou Briatore, em entrevista ao jornal alemão Bild .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.