Chefe da equipe diz que triunfo na Malásia não altera programa de desenvolvimento do carro

Para o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, a vitória de Fernando Alonso no Grande Prêmio da Malásia aliviou a pressão da equipe, mas não iludiu os dirigentes quanto à necessidade de evolução do time.

Leia também: Senna diz que sexto lugar na Malásia tira peso de seus ombros

"Como se pode imaginar, estou muito feliz com esse resultado, porque não temos estado contentes com a nossa performance, mas você olha para os números e estamos liderando o campeonato com Fernando, o que é realmente uma excelente notícia", exaltou Domenicali.

Siga o iG Automobilsimo no Twitter

Pensando em aperfeiçoar o novo carro da equipe, que ainda gera dúvidas quanto ao seu potencial, a Ferrari pretende implantar algumas atualizações para a próxima corrida, o GP da China, que acontece no dia 15 de abril. Todavia, mudanças mais profundas no F2012 são planejadas apenas para a prova da Espanha, marcada para o dia 13 de maio.

"O resultado não muda o que temos feito em casa, porque precisamos melhorar o desempenho desse carro. O que exigi da minha equipe é que assegure que isso aconteça o mais rápido possível", declarou o dirigente.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Domenicali ainda reforçou que o primeiro lugar de Alonso traz alívio ao time e é também uma motivação: "Este é um momento emocional. Um fôlego dentro de muita pressão. E espero que possa ser um estímulo para o pessoal da fábrica trazer mais desenvolvimento o mais cedo possível".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.