Tamanho do texto

De acordo com o espanhol, fazer os compostos funcionarem será fundamental em Silverstone

A Pirelli anunciou que serão usados pneus duros e macios no Grande Prêmio da Grã-Bretanha, que será disputado no dia 10 de julho . A escolha dos compostos mais duros era temida pela Ferrari, que não consegue fazer seu carro apresentar um bom desempenho com eles. De acordo com Fernando Alonso, a equipe terá de dar um jeito para conseguir fazer uma boa prova mesmo assim.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Para nós, isso significa um desafio maior, já que devemos ser capazes de fazer qualquer tipo de pneu funcionar da melhor maneira possível. De qualquer modo, a escolha de pneus é a mesma para todos e não há porque discutir se os compostos escolhidos ajudam mais uma ou outra equipe. Cabe às escuderias ajustar os carros para tirar o melhor dos pneus, em termos de desempenho e durabilidade”, disse Alonso, por meio de seu diário no site oficial da Ferrari.

O piloto melhorou seu desempenho nas últimas corridas. No Grande Prêmio da Espanha , Alonso terminou em quinto, a uma volta de Sebastian Vettel. Já no GP da Europa , o espanhol foi segundo e ficou a apenas 10s8 do alemão. Porém, na opinião do ferrarista, essa evolução é ilusória.

“Temos de ser realistas para aceitar que não é possível que em menos de dois meses diminuímos a diferença que vimos em Barcelona. Ela não chega a ser de uma volta - isso aconteceu por conta da maneira com que a corrida se desenrolou -, mas é definitivamente maior do que vimos nas três últimas corridas. Temos de continuar trabalhando para melhorar o carro, e eu tenho certeza que a vitória virá”, declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.