Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Felipe Massa diz estar abalado com a tragédia de Sondermann

Piloto diz que conhecia desde a adolescência colega falecido neste domingo, após acidente no Autódromo de Interlagos

iG São Paulo |

O trágico acidente na Stock Car que causou a morte de Gustavo Sondermann neste domingo, em Interlagos, abalou Felipe Massa. O piloto da Ferrari é apenas um ano mais velho, e ambos mantiveram amizade que começou quando ainda eram adolescentes.

"Nos conhecemos há muito tempo, embora ele tenha começado meio tarde no automobilismo, sempre o tive como um amigo, mesmo que nos últimos anos nossos caminhos tenham se separado. Essa notícia foi um choque para mim", afirmou Felipe, nesta segunda-feira, pouco antes de partir para a Malásia, onde disputará no fim de semana a segunda etapa da F1.

Felipe lembrou que as famílias Massa e Sondermann sempre foram muito próximas. "Nossos pais são amigos e conheço também os seus irmãos. Espero que todos tenham forças para superar este momento tão difícil. Vou orar pelo Gustavo. Todos os meus pensamentos estarão com ele na Malásia", afirmou.

Não é a primeira vez que um piloto sofre um acidente grave na curva do Café, no Autódromo de Interlagos. O trecho já coleciona uma série de batidas em diversas categorias do automobilismo, inclusive na F1.

Em 2007, em uma prova da Stock Car Light, Rafael Sperafico bateu no muro na saída da Curva do Café e teve seu carro acertado por Renato Russo. Sperafico teve traumatismo craniano encefálico e uma parada cardiorrespiratória e acabou por não resistir. Coincidentemente, na época, ele era companheiro de equipe de Sondermann.

Em 25 de fevereiro deste ano, o fotógrafo João Lisboa andava na pista em passeio organizado por uma escola de pilotagem e se chocou contra o muro com sua moto, que pegou fogo. Lisboa ainda estava consciente quando foi dirigido ao hospital, mas por conta de uma hemorragia, sofreu uma parada cardíaca e faleceu.

No GP do Brasil pela F1, em 2003, na mesma Curva do Café, Mark Webber perdeu o controle do carro e bateu no muro. O companheiro de equipe da Massa, Fernando Alonso, na época correndo pela Renault, não conseguiu desviar dos destroços e também se chocou fortemente com a proteção de pneus. O espanhol foi levado ao hospital, mas não sofreu nenhuma lesão grave.

Leia tudo sobre: Felipe MassaGustavo Sondermann

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG