Criador de um site em homenagem ao piloto, jovem húngaro assistiu ao vivo o grave acidente do brasileiro em 2009

Na Ferrari desde 2006, Felipe Massa recebe atenção especial dos torcedores brasileiros. Porém, sua legião de fãs não está restrita aos seus compatriotas. Após despertar paixão em torcedores europeus, o ferrarista ganhou um site direcionado a seus admiradores que funciona em três línguas: inglês, português e húngaro.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O terceiro idioma, mais peculiar, vem da origem do criador da página. Pál Zsolt, de 23 anos, é húngaro, vive na Romênia e foi dele a ideia de criar a página da internet. Até chegar ao formato atual, o fã do brasileiro conta que precisou aprender bastante.

“Tive vários sites sobre Felipe, mas tive de fechá-los porque não tinha conhecimento técnico suficiente sobre web design. Vasculhei a rede e comecei a aprender sobre HTML e outras coisas. Agora tenho um website e uma galeria de fotos sobre Felipe e, por mim, nunca pararia de editá-los”, disse Zsolt, ao iG .

Para cuidar de sua página, o húngaro conta com ajuda da finlandesa Sini Salminen, de 19 anos. Ela é responsável por cuidar do conteúdo publicado em inglês no site. A fã afirmou que prefere torcer por Massa a seus compatriotas.

“(Kimi) Raikkonen também é um piloto bom e talentoso, mas sua personalidade é fria. Eu o respeito como piloto, mas nunca fui fã dele. Heikki Kovalainen é um cara muito legal e eu acho que ele é bom, ele está fazendo um bom trabalho na Lotus. Mas, para mim, Felipe é algo mais especial do que os pilotos do meu próprio país”, disse Salminen, também ao iG .

A finlandesa se mostrou chateada com os rumores sobre uma possível saída de Massa da Ferrari . De acordo com Salminen, os boatos são uma injustiça com o brasileiro. "Sinto muito por ele porque existem rumores de sua saída da Ferrari desde que ele está lá. Não é justo. Acho que Felipe deveria fazer o que ele acha que é melhor. Ele é um cara leal, então acho que deveria ficar na Ferrari até o fim do seu contrato, e vamos ver o que acontece depois disso”, disse a fã de Massa.

Zsolt, por sua vez, afirmou que vai continuar seguindo os passos de Massa mesmo se ele sair da Ferrari. “Uma coisa é 100% certa para mim: vou continuar o acompanhando mesmo se ele sair da Ferrari. Vou continuar o acompanhando mesmo quando ele sair da Fórmula 1 . Mas, para ser honesto, espero que ele continue pelo menos mais dez anos na F1”, declarou o húngaro.

Sonho, GP da Hungria vira pesadelo

Húngaro morando na Romênia, Zsolt voltou ao seu país em 2009 exclusivamente para assistir ao Grande Prêmio da Hungria daquele ano. O fim de semana começou bem: o fã visitou o hotel onde Massa estava hospedado. Porém, foi no classificatório daquele evento em Hungaroring que o brasileiro sofreu o acidente mais grave de sua carreira .

“Foi horrível saber que ele estava no hospital entre a vida e a morte. Um ano depois, tive a oportunidade de voltar e consegui pegar um autógrafo dele. Foi incrível vê-lo correndo”, lembrou Zsolt.

Sini Salminen, fã finlandesa de Felipe Massa
Arquivo pessoal
Sini Salminen, fã finlandesa de Felipe Massa
Rivalidade com Alonso

Desde que segue Massa, a ordem da Ferrari para que o brasileiro deixasse Alonso ultrapassá-lo foi um dos momentos mais tristes para Salminen. O brasileiro provavelmente venceria o Grande Prêmio da Alemanha de 2010 se não fosse pelo pedido da escuderia.

“Nunca vou perdoar a equipe por isso. Felipe ia vencer, um ano depois do acidente, e então a equipe vem dizer que Alonso era mais rápido do que ele? Não foi justo”, lembrou a finlandesa.

A fã de Massa não guarda o mesmo carinho pelo seu companheiro de Ferrari. “Claro que Alonso é um grande piloto e eu o respeito muito por sua habilidade. Mas eu não gosto dele, apenas olhe para a história. Ele quer ser o número 1 e não aceita que seu companheiro esteja no mesmo nível. Em 2007, jogou sujo com Hamilton. E todos lembram como ele venceu em Cingapura em 2008, depois que a equipe mandou Piquet bater”, lembrou Salminen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.