Tamanho do texto

Número de provas fora da Europa e corridas seguidas são motivos de reclamação. Ecclestone se irrita

De acordo com reportagem da revista britânica Autosport , a Associação das Equipes da Fórmula 1 (FOTA, na sigla em inglês) enviou uma carta para Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), reclamando do calendário de 2012 da categoria. O número de corridas fora da Europa – serão 12 – e o número de provas em finais de semana seguidos – o que vai acontecer oito vezes – são fatores que deixaram as escuderias insatisfeitas.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Existe um processo para a validação do calendário, especialmente com mais viagens para fora da Europa, e estaremos envolvidos nisso porque há um aumento nos custos. Existem diferentes propostas no momento, mas não é tão fácil assim mudar uma data”, disse Eric Boullier, vice-presidente da FOTA e chefe de equipe da Lotus Renault.

No entanto, Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, se mostrou irritado com a reclamação das equipes.

“Eles não precisam viajar se não quiserem. Se eles acham que os procedimentos corretos não foram seguidos, eles devem procurar a polícia. Eles têm sorte por terem corridas. Caso contrário, eles não teriam negócios”, declarou Ecclestone.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.