Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Equipes e FIA se reúnem no sábado para decisão sobre Bahrein

Instabilidade política e protestos no país geram incertezas quanto à realização do GP na próxima semana

iG São Paulo |

A pouco mais de uma semana do Grande Prêmio do Bahrein, a realização da prova ainda é dúvida. Mas a indefinição em relação à corrida agora tem um prazo para acabar. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, os representantes das 12 equipes da Fórmula 1 vão se reunir neste sábado (14) com Bernie Ecclestone e Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), para chegarem a uma decisão.

A reunião foi marcada após Ecclestone afirmar na terça-feira (10) que a decisão de ir ou não ao Bahrein cabe às equipes, apesar de destacar que a segunda opção provocaria a violação de acordos comerciais.

Leia também: Prestes a receber mais um GP, China sonha em ter um piloto na F1

Ainda segundo a reportagem, antes da conversa de sábado, as escuderias vão discutir entre elas quais são suas preocupações quanto a competirem em um país em que a instabilidade política e os protestos antigoverno aumentam a cada dia. O objetivo é chegarem a um consenso e decidirem se querem ou não participar da prova no circuito de Sakhir, no próximo dia 22, para depois apresentarem sua posição a Ecclestone e Todt.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Publicamente, as equipes afirmam que vão deixar a decisão final nas mãos da FIA, mas a indisposição quanto a irem ao Bahrein aumentou com as últimas notícias vindas do país, como o ataque a policiais com uma bomba caseira na última segunda-feira, e as ameaças de protestos durante o fim de semana do GP.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

A Fota (Associação das Equipes da Fórmula 1) publicou um comunicado nesta quarta-feira (11) no qual ressaltou que apenas a FIA pode decidir pelo cancelamento da corrida.

“As equipes não são capazes de cancelar Grande Prêmios. Competimos em uma categoria internacional que carrega o nome da FIA, portanto cabe à FIA nos oferecer orientação sobre essas questões”, diz o comunicado.

Leia tudo sobre: F1Bernie EcclestoneJean TodtFIAFotacircuito de sakhir

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG