Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Em treino marcado por batida de Pérez, Vettel garante a pole

Mexicano sofreu acidente na saída do túnel, chegou a ficar inconsciente e foi retirado de ambulância

iG São Paulo |

Getty Images
Sergio Pérez sofreu grave acidente na saída do túnel e funcionários da prova retiraram sua Sauber da pista

Em classificatório marcado por forte acidente de Sergio Pérez, Sebastian Vettel garantiu a pole para o Grande Prêmio de Mônaco neste sábado (28). Depois de ver seu companheiro de equipe Mark Webber sair na frente em Barcelona, o alemão garantiu a melhor volta em Monte Carlo (1min13s556) e larga na frente pela quinta vez no ano. No domingo (29), às 9h, acompanhe o Grande Prêmio de Mônaco no Tempo Real do iG.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O britânico Jenson Button, da McLaren, vai dividir a primeira fila com Vettel. Companheiro do alemão na Red Bull, Mark Webber vai largar em terceiro, ao lado de Fernando Alonso, da Ferrari. O também ferrarista Felipe Massa vai sair na sexta posição. O brasileiro Rubens Barrichello, da Williams, vai largar em 12º.

Mas no dia em que Vettel conquistou sua quinta pole na temporada, foi o forte acidente com Sergio Pérez que marcou o treino. A batida aconteceu durante o Q3, quando faltavam menos de três minutos para o fim do classificatório. O mexicano da Sauber perdeu o controle do carro, bateu na saída do túnel e chegou a ficar inconsciente. O piloto foi removido de ambulância do local, já consciente. O tradicional Grande Prêmio de Mônaco já tem histórico de acidentes.

Jaime Alguersuari se junta a pequenas no Q1

O carro de Vitantonio Liuzzi – que bateu durante o terceiro treino livre – não foi recuperado a tempo para o classificatório. Seu companheiro de Hispania, o indiano Narain Karthikeyan, com problemas na suspensão, também não conseguiu correr. Os dois vão largar na última fila. Além deles, os carros da Team Lotus e da Virgin também não conseguiram se classificar para o Q2. Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, completou a lista de eliminados.

Ao contrário da Hispania, a Mercedes trabalhou rapidamente e conseguiu colocar Nico Rosberg no classificatório. O alemão fez o quinto melhor tempo do Q1.

Rubens Barrichello é eliminado do Q3

À bordo de sua Williams, o brasileiro Rubens Barrichello não conseguiu se classificar para a disputa da pole. O piloto fez o 12º melhor tempo do Q2 – posição em que vai largar no domingo. Em compensação, seu companheiro de equipe, Pastor Maldonado, conseguiu a décima melhor volta e avançou para o Q3.

Red Bull, McLaren, Ferrari e Mercedes não tiveram problemas em classificar seus dois carros. O top dez foi completo por Pérez. A decepção ficou por conta da ausência dos dois carros da Lotus Renault, eliminados após o Q2 – Vitaly Petrov vai largar em 11º, e Nick Heidfeld em 16º.

Pérez sofre acidente, Vettel conquista a pole position e Massa larga em sexto

Assim como aconteceu em quatro das cinco primeiras provas da temporada, Sebastian Vettel garantiu a pole position. Seu tempo de 1smin13s556 foi o melhor do Q3. Massa fez o sexto melhor tempo.

Mas a parte final do treino foi marcada pela forte batida de Pérez, que perdeu o controle do carro na saída do túnel e bateu forte contra o muro. O piloto mexicano perdeu a consciência após o acidente, e teve de ser retirado da pista de ambulância.

O acidente aconteceu a menos de três minutos para o fim do classificatório, e causou uma paralisação de mais de meia hora da sessão. Vettel já havia conquistado seu melhor tempo antes da batida. Quando o treino foi reiniciado, os pilotos não conseguiram melhorar seus tempos. Lewis Hamilton, que não havia feito volta rápida até então no Q3, conseguiu marcar tempo e cravou a sétima colocação, mas foi punido por cortar a chicane da Curva da Piscina e largará na nona posição.

Confira como ficou o grid de largada do Grande Prêmio de Mônaco:

1 – Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 1min13s556
2 – Jenson Button (GBR) – McLaren – 1min13s997
3 – Mark Webber (AUS) – Red Bull – 1min14s019
4 – Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – 1min14s483
5 – Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – 1min14s682
6 – Felipe Massa (BRA) – Ferrari – 1min14s877
7 – Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – 1min15s766
8 – Pastor Maldonado (VEN) – Williams – 1min16s528
9 – Lewis Hamilton (GBR) – McLaren – 1min15s280*
10 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – Sem tempo
11 – Vitaly Petrov (RUS) – Lotus Renault – 1min15s815
12 – Rubens Barrichello (BRA) – Williams – 1min15s826
13 – Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – 1min15s973
14 – Paul di Resta (GBR) – Force India – 1min16s118
15 – Adrian Sutil (ALE) – Force India – 1min16s121
16 – Nick Heidfeld (ALE) – Lotus Renault – 1min16s214
17 – Sébastien Buemi (SUI) – Toro Rosso – 1min16s300
18 – Heikki Kovalainen (FIN) – Team Lotus – 1min17s343
19 – Jarno Trulli (ITA) – Team Lotus – 1min17s381
20 – Jaime Alguersuari (ESP) – Toro Rosso – 1min17s820
21 – Timo Glock (ALE) – Virgin – 1min17s914
22 – Jérôme D’Ambrosio (BEL) – Virgin – 1min18s736
23 – Narain Karthikeyan (IND) – Hispania – Sem tempo
24 – Vitantonio Liuzzi (ITA) – Hispania – Sem tempo

* O piloto foi punido e perdeu posições no grid.

Leia tudo sobre: F1Sergio PérezSauberSebastian VettelRed Bull

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG