Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Em prova de estreia na Renault, Senna supera 'concorrentes'

Brasileiro foi melhor que Heidfeld, Petrov e Grosjean em suas primeiras corridas pela equipe. Só Kubica teve colocação superior

Mariana Gianjoppe, iG São Paulo |

Bruno Senna fez sua estreia na atual temporada da Fórmula 1 no Grande Prêmio da Bélgica do último domingo (28). Foi também a primeira prova do piloto como titular da Lotus Renault. Depois de um bom classificatório (conquistou a sétima posição), Senna bateu em Jaime Alguersuari logo no início da corrida e terminou na 13ª colocação.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Getty Images
Bruno Senna passeia pelo paddock antes do Grande Prêmio da Bélgica, sua estreia na Renault

Apesar do erro, o resultado e a postura do brasileiro agradaram a equipe, e o objetivo de Senna agora é garantir a vaga de titular até o fim desta temporada – o que deve acontecer caso Nick Heidfeld não reconquiste seu posto na justiça. Além disso, o piloto tenta também mostrar que pode ser titular da Renault (ou de outra escuderia) na temporada 2012.

Na equipe francesa, a maior dificuldade se dá pela possível volta de Robert Kubica à F1. Se isso acontecer, o polonês, que se recupera de lesão, tem vaga garantida. Quem também já tem lugar cativo no time para 2012 é Vitaly Petrov. Por fora, além de Senna, brigam pela vaga o francês Romain Grosjean, atual campeão da GP2 e que correu pela Renault em 2009, e o próprio Heidfeld. Tendo isso em vista, o iG fez uma comparação entre as estreias de todos eles na equipe francesa.

E Senna não decepciona (veja números abaixo). Nenhum deles superou em seu GP inicial pela escuderia o sétimo lugar no grid do brasileiro. Kubica, com uma nona colocação, foi quem mais se aproximou. O polonês estreou pela Renault no GP do Bahrein de 2010 e foi quem conquistou a melhor posição em corridas na primeira prova pela equipe, um 11º lugar.

Petrov fez seu debute na escuderia francesa no mesmo GP que Kubica, mas seu resultado foi muito inferior. O russo largou em 17º e não completou a prova por problemas na suspensão. De lá para cá, no entanto, o desempenho de Petrov melhorou bastante e, no GP da Austrália deste ano, subiu ao pódio em terceiro lugar. É sua melhor colocação até agora. Kubica, por sua vez, já conquistou dois terceiros lugares pela Renault, além de um segundo, no GP da Austrália de 2010.

Heidfeld é outro que já subiu ao pódio pela equipe. Em sua segunda corrida pela Renault, o GP da Malásia deste ano, conseguiu um terceiro lugar. Uma prova antes, em sua estreia, o alemão não foi tão bem. Após largar em 18º, Heidfeld terminou a corrida em 14º e, depois da desclassificação dos dois carros da Sauber, herdou a 12ª posição.

Grosjean, que teve uma breve passagem pela equipe em 2009, quando substituiu Nelsinho Piquet, não conseguiu nenhum grande resultado em suas sete provas na equipe. Sua melhor colocação foi um 13º lugar, no GP do Brasil. Na sua estreia, no GP da Europa, o francês largou em 14º e terminou uma posição atrás.

A seguir, confira a tabela com o desempenho dos cinco pilotos em suas estreias pela Renault:

Bruno Senna
Estreia na Renault: GP da Bélgica 2011
Grid de largada: 7º
Classificação na corrida: 13º

Robert Kubica
Estreia na Renault: GP do Bahrein 2010
Grid de largada: 9º
Classificação na corrida: 11º

Vitaly Petrov
Estreia na Renault: GP do Bahrein 2010
Grid de largada: 17º
Classificação na corrida: abandonou

Nick Heidfeld
Estreia na Renault : GP da Austrália 2011
Grid de largada: 18º
Classificação na corrida: 12º (Ganhou duas posições depois da prova, por conta da desclassificação dos carros da Sauber)

Romain Grosjean
Estreia na Renault: GP da Europa 2009
Grid de largada: 14º
Classificação na corrida: 15º

Leia tudo sobre: Bruno SennaF1Lotus RenaultRobert KubicaVitaly Petrov

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG