Tamanho do texto

Governo local pretende retirar apoio estatal. Dirigente aceita diminuir as taxas

De acordo com reportagem do jornal Tageblatt , publicado em Luxemburgo, Bernie Ecclestone está disposto a negociar suas taxas para permitir que Nurburgring continue recebendo a Fórmula 1 . Atualmente, a pista sedia o Grande Prêmio da Alemanha uma vez a cada dois anos, em esquema de revezamento com Hockenheimring .

Veja também: Hamilton rebate Ecclestone e defende seus empresários

A princípio, o novo governo local estava decidido a retirar o apoio estatal à corrida . Porém, a verba pública pode ser apenas reduzida, de 13,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 33 milhões) para 10 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões), desde que a corrida gere empregos para os trabalhadores da região.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Diante da possibilidade, Ecclestone afirmou que topa reduzir as taxas para que a verba seja suficiente para a realização da corrida.

Uma nova proposta deverá ser entregue ao governo local nos próximos dias. Nurburgring tem contrato e deverá voltar a receber a F1 em 2013.