Gerente-geral do circuito belga acredita que venda para um investidor privado é improvável

Acionista majoritário da Lotus Renault, Gerard Lopez demonstrou vontade de comprar Spa-Francorchamps . Por problemas financeiros, o circuito belga pode ter de começar a promover um revezamento anual com a França como sede da Fórmula 1 .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Spa é um grande circuito, e existem muitas coisas que poderíamos fazer com ele. Poderíamos desenvolver a região juntos. Então, se eles estiverem abertos para conversas com investidores privados, porque não?”, disse Lopez, em entrevista ao jornal Tageblatt , publicado em Luxemburgo.

No entanto, Pierre-Alain Thibaut, gerente-geral do circuito, disse que uma venda para um investidor provado é improvável.

“Não é possível. O circuito é muito importante e indispensável para toda a região de um ponto de vista econômico. Claro, tudo pode acontecer, mas, na minha opinião, essa não é a maneira correta de proceder”, declarou Thibaut, em entrevista ao jornal The National .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.