Alemão entrou na justiça após ser substituído por Bruno Senna. Para Lopez, ato foi emocional

Acionista majoritário da Lotus Renault, Gerard Lopez disse que ficou surpreso com a reação de Nick Heidfeld, piloto que perdeu a vaga de titular na equipe para o brasileiro Bruno Senna. Após ser substituído, o alemão entrou na justiça para recuperar seu posto.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Eu fiquei surpreso. Eu diria que foi uma reação emocional. Seu desempenho não estava bom, então precisávamos testar outros pilotos”, disse Lopez, em entrevista ao jornal Tageblatt , publicado em Luxemburgo.

“Nick sempre foi um bom colega, mas nós dissemos a ele que não tivemos o que esperávamos dele. Ele sempre foi tratado com respeito e isso vai continuar, porque ele ainda é um membro da equipe”, completou o dirigente.

No dia 19 de setembro, na semana posterior ao Grande Prêmio da Itália. Heidfeld e a Lotus Renault vão se encontrar em uma audiência. Antes disso, em Monza, Senna seguirá como titular da escuderia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.